Gai Valeri Catullo Veronensis Liber 1, 56

Ir em baixo

Gai Valeri Catullo Veronensis Liber 1, 56

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Sex Nov 23, 2018 3:31 pm

LVI. ad Catonem
O rem ridiculam, Cato, et iocosam,
dignamque auribus et tuo cachinno!
ride quidquid amas, Cato, Catullum:
res est ridicula et nimis iocosa.
deprendi modo pupulum puellae
trusantem; hunc ego, si placet Dionae,
protelo rigida mea cecidi.

 
Cachinnus, i, s.m. Gargalhada.
Auris, is, s.f. Ouvido. // atenção.
Rideo, es, ere, risi, risum, v. tr. Rir; zombar
Quidquid, tudo o que. // Seja o que for; tudo.
Nimis, adv. Muito; excessivamente.
Deprendo, is, ere, prendi, prensum, v.t. Apanhar/ apanhar em flagrante. // surpreender.
Truso, as, are, v. fre. Tr. Impelir muitas vezes, empurrar com força (Catul. 56,6)
Pupulus, i, s.m. Menino (Catul. 56, 5)
Diona, ae, d.p.f. Dione.
Protelum, i, s.n. Continuidade (Catul. 56, 7). Spo ocorre no abl. sing e pl.
Rigidus, a, um, adj. Rijo, duro. , teso.
Caedo, is, ere, cedidi, carum, v.t. Cortar// cortar, encaixar, ferir
 
LVI. A Catão
 
Ó coisa ridícula, Catão, e jocosa,
e digna de atenção e de tua gargalhada!
ri do que amas, Catão, de Catulo:
a coisa é ridícula e nimiamente jocosa.
surpreendi de alguma maneira um menino
de minha amante masturbando-se,
feri-o, se agrada a Dione, em seguida, com minha dura.
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 367
Idade : 52
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum